Este sintoma é muito comum em transmissões FORD com tração

traseira que tem já alguns anos (8 ou mais) ou
quilometragem acima de 100.000 km, porém pode acontecer com
transmissões de qualquer fabricante. O sintoma é causado
pelo calor viajando do conversor de torque através do eixo
de entrada ao tambor da embreagem de marchas à frente. Os
anéis o-rings, particularmente o anel interno, que veda o
pistão de marchas à frente endurece com o tempo e a
quilometragem. Ele perde a capacidade de vedar
corretamente, e assim que a pressão é aplicada ao tambor, o
pistão não se move para aplicar a embreagem.
A demora no engate se inicia com alguns segundos e progride
para alguns minutos. Se o anel o-ring interno se partir,
haverá um súbito aumento na demora. Após a transmissão
alcançar a temperatura de trabalho, ele trabalhará
corretamente até se parar a transmissão por determinado
período dando tempo para que ela esfrie. Transmissões com
tração dianteira raramente apresentam este defeito.
Se a demora no engate se tornar demasiada, o remédio é
reformar a transmissão. Não recomendamos utilizar aditivos
que amaciam os vedadores. Isto poderá ajudar em curto
prazo, porém causará problemas maiores a longo prazo. Uma
transmissão que apresentar este tipo de sintoma e que
possui acúmulo de quilômetros e de tempo, certamente
apresentará desgaste em outras áreas também.

Procurar Dica

Entrar / Login

Agendar Revisão