Um equipamento desse porte ainda representa, no preço final do veículo, um acréscimo de até 5 mil reais, em média. Com sua popularização, calcula-se que o preço de equipamento possa chegar ao proprietário de veículos de patamares mais baixos.

A caixa automática é mais pesada e cara, aumenta o consumo e prejudica desempenho.
A manutenção do sistema de transmissão automática é mais cara e exige mão de obra especializada. Contudo, tem maior durabilidade, costumando fazer-se necessária somente a 200.000km rodados, em média.
No câmbio automático, a cada 50.000Km rodados, em média, é necessário fazer a troca do fluido de transmissão (em geral muito mais caro que no câmbio manual).
Qualquer falha ou problema que ocorra no sistema de câmbio automático, o custo de reparo pode chegar até 40% do valor de venda do veiculo.
Em veículos equipados com câmbio automático, o consumo de combustível é superior ao manual. Câmbios automáticos consomem, em geral, 10% mais do que os câmbios mecânicos.
Em comparação com os veículos com transmissão mecânica das marchas, o desempenho do câmbio automático é menor.

Procurar Dica

Entrar / Login

Agendar Revisão